Horário de liberação sobre o parasitismo de Cotesia flavipes (Hymenoptera: Braconidae) em lagartas de Diatraea saccharalis (Lepidoptera: Crambidae) na cana-de-açúcar - G.BIO

G.BIO - Grupo de Pesquisa e Extensão em Controle Biológico

+55 19 984495279
G.BIO - Grupo de Pesquisa e Extensão em Controle Biológico

Pesquisas

Grupo de Pesquisa e Extensão em Controle Biológico

Horário de liberação sobre o parasitismo de Cotesia flavipes (Hymenoptera: Braconidae) em lagartas de Diatraea saccharalis (Lepidoptera: Crambidae) na cana-de-açúcar

Priscila Laranjeira Rôdas , Daniele Fabiana Glaeser, Harley Nonato de Oliveira

A Cotesia flavipes é uma vespa endoparasitoide introduzida no Brasil para controlar a broca da cana-de-açúcar, Diatraea saccharalis. Entretanto, estudos sobre as condições de temperatura e umidade relativa do ar nos canaviais durante as liberações devem ser realizados, uma vez que esses fatores podem afetar o parasitismo de C. flavipes em lagartas de D. saccharalis. Portanto, dois experimentos foram realizados, em novembro/2013 e maio/2014. No primeiro experimento foi avaliado a taxa de parasitismo em diferentes horários (6, 7, 8, 9 e 10 horas). Para o segundo experimento além de avaliar a liberação em diferentes horários, também foram comparadas duas linhagens de C. flavipes. Para ambos os experimentos, internódios de cana-de-açúcar contendo lagartas de quarto ínstar da broca foram amarrados em plantas de um canavial, sendo posteriormente liberados os parasitoides nos horários mencionados, permanecendo os colmos no campo por 24h. Após esse período, os internódios foram levados para o laboratório, para avaliar a taxa de parasitismo. Para o primeiro experimento, verificou-se parasitismo apenas de uma lagarta às 6h, ocorrendo uma variação na temperatura de 13,8ºC durante o dia. Para o segundo experimento, a maior taxa de parasitismo foi às 8h, sendo que a temperatura média no interior do canavial para esses horários foi de 23,7ºC e a umidade relativa do ar se manteve acima dos 60%. Em relação às linhagens avaliadas, obteve-se maior porcentagem de parasitismo para linhagem 2. A idade do parasitoide e condições de temperatura desfavoráveis durante as liberações de C. flavipes prejudicam o controle biológico da broca da-cana-de-açúcar.

Termos para indexação: parasitoides, temperatura, controle biológico, horas.

Jornada de Iniciação à Pesquisa da Embrapa (2015)



Categorias:

NEWSLETTER

Cadastre-se para receber as nossas novidades e dicas.

CONTATO

Entre em contato conosco


Endereço

R. Bom Jesus, 1007 - Sala 4, Alto - Piracicaba, SP - 13419055

Telefone

+55 16 99796-5464

+55 19 984495279

Email

gebio@occasio.com.br